A logística


Enfiar na mala uma toalha, um biquini, uma sandes e passar a hora de almoço a nadar e a vegetar ao sol é uma coisa complicadíssima. Só assim se explica que tenha só hoje inaugurado a época de vidinha-priveligiada-de-quem-trabalha-praticamente-na-areia. É que é tão melhor comer fetuccini aquecido em microondas numa cave bafienta com as estagiárias bla bla bla (que têm unhas a condizer com as sandálias, mas não sabem “o que” são Ornatos Violeta).
Foram 50 metros bruços e dois avistamentos de alforrecas. Os meus dedos ainda cheiram a factor 30 e tenho areia pelo rabo acima. Tudo isto vai muito bem com folhas de horas e relatórios.
Amanhã vou ver se ainda consigo dar seis braçadas mariposa de seguida ou se isso ficou lá atrás, juntamente com a capacidade de tocar nos dedos dos pés com as pernas esticadas.

E sim, gosto de Barbies.

8 comments
  1. Tu dá-le com força na mariposa! :D

    1. E dei, e dei, mas não fui longe…

  2. Também gostas dos Ornatos Violeta? Eu antes de os ouvir não gostava, porque achava que tinham um nome um bocado amaricado.
    E nem me fales em praia: estou farto deste calor!

    1. Amanhã vou outra vez. Bora?
      Se gosto de Ornatos? Homem, eu casava com o Manel se ele me cantásse qualquer coisinha ao ouvido. :P

  3. mariposa? eu nao consigo vou sempre ao fundo, ou nao dou aos braços ou nao dou ás pernas, nao sou uma mulher perfeita como tu, já o deitar na areia, faço-o durante horas isto é quando tenho tempo e vontade, sim porque ate para deitar na areia tenho de ter vontade…e ja agora ou nadas tu? é que as minhas praias so tem agua gelada :(

    1. Perfeita é coisa que não sou, as seis braçadas lá ficaram pela metade… Sem touca, o cabelo atrapalha muito. Esta minha praia, não sendo, é practicamente no Tejo, daí que não insista mais vezes em banhos (prefiro mares mais abertos), mas não sou esquisita com a temperatura da água, marcha tudo. Onde nadas tu?

  4. Eu juro que já vi esse boneco num episódio qualquer do CSI, em que os bonecos que morriam também eram pessoas ou qualquer m!”$da parecida….

    Ou então sou eu a nadar de costas…

  5. Houve uma altura em que trabalhava a meia dúzia de km da praia. Ao almoço não dava para fazer isso, mas depois do expediente muitas foram as vezes que ia dar um mergulho. Complicado era convencer os outros que efectivamente ia trabalhar todos os dias. Nunca tive encontros com alforrecas. Já com “melgas” não posso dizer o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.