Cacilheiro-avião

O estrangeiro sentado ao meu lado tinha um rabo-de-cavalo grisalho e falava fluentemente espanhol com a companheira da esquerda, inglês com a da frente e francês com a que estava de pé, a tirar fotografias do skyline de Lisbon. Apareceu-nos um cacilheiro irmão a espumejar na janela.
“Regarde, c’est um bateau easy jet!”
Eu ri-me em português e, por momentos, fui parte daquele harém babélico. Depois atracámos, cheirava a sardinhas e ouvia-se ao longe “os peitos da cabritinha”, versão  baile amador. Deixei de ter pena de não estar num avião. Odeio recolher bagagem.

 

14 comments
  1. A vantagem do avião é que não cheira a maresia.
    A desvantagem é que raramente cheira a sardinha quando sais do mesmo e peitos da cabritinha é coisa que não faz parte do set lounge do aeroporto.

    1. Permita-me discordar Señor Mak. TACV. Nem sempre faz parte do Set Lounge mas por vezes….acontece. É procurar meu caro, é procurar…

      1. TACV não, que têm estofos de fazenda que picam… ou tinham, em 1990 e qualquer coisa.

        1. Mas os peitos da Cabritinha podem compensar. Dependendo de cada um que isso é assunto pessoal. (e há sempre hipótese de meter a toalha da praia a fazer de forra, né?)

          1. Meu Deus. E olha que não invoco seres superiores em vão. Aliás, não invoco de todo. Transtornas-me, pá.

    2. É uma pena, digo eu, que só a expressão “set lounge” já me parece aborrecida qb.

      1. Opsss…….sorry! Nao era minha intenção caríssima… ;)

  2. Seria o Zézé Camarinha da Baixa da Banheira?

    1. Não Vic, na Baixa da Banheira os senhores grisalhos não têm aquele bom aspecto e patuá.

  3. Podes sempre levar apenas a pochete

    1. Eu sei que sou pouco girlie, mas, ó Jibóia, só uma pochete também é pouco!

  4. Essa da Easy Jet…podia ir direitinha para a rubrica do Ouvido no Metro da Time Out!

    1. Foi exactamente o que pensei no momento a seguir, o Sue!!! ;P

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.