E mais isto

Do Dwitt, e eu subscrevo, é claaaaaro (aqui, imaginar Alexandra a lançar uma baforada heróica).
É a coisa que mais me enerva nos programas de culinária ingleses, isto das cebolas soft core. Jamies, Nigellas e Ramseys, deixem lá as shalotts* para os Tennyson e os Waterhouses deste mundo e vão antes comer uma açordinha, se querem saber o que é bom. (Além disso não é fácil encontrar chalotas no Lidl, essa é que é essa.)

*eu sei que a grafia é diferente. O meu espírito não está toldado pelos vapores do alho. Ainda!
12 comments
  1. Ná, as chalotas são boas para vários pratos, e se forem confitadas não têm nada a ver com a cebola, nem esta as substitui. Além disso, nem frequento o Lidl, que parece só existir nos arredores (para não lhes chamar subúrbios) :)

    1. (eu gosto de chalotas, mas não contes a ninguém, estou aqui defender as cebolas da minha sogra, que são docinhas)
      E fazes mal não dares um passeios pelo Lidl, uma pessoa nunca tem máquinas de cortar borbotos suficientes em casa e há muitos mais objectos úteis nas promoções semanais.

  2. Bolas, e eu que sempre utilizei cebola na sopa do puto…mas vendo bem, isso é capaz de explicar muita coisa…

    1. É bom! Faz-lhe crescer pelos no peito… quando for altura disso, claro. Ah… não falo por experiência própria.

  3. Sabes o que daqui concluo?
    Estou feita um homem!

    Adoro uma boa ceboiiiila!

    1. Boa! Junta-te ao clube do bafo.

  4. No meio disto tudo onde é que ficam as mulheres?

    1. Espero que não seja na cozinha a descascar as cebolas.

      1. Entao as cebolas nao sao para os homens como diz a imagem? :)

        1. ora… ;)

  5. Alguém disse aí confitadas? Pá é por isso que o país não anda pra frente, querem trazer para cá tudo quanto nos complica a vida: isto é simples, temos cebolas. Grandes, médias e pequenas.
    Não compliquem.

    1. Ora bem. Grandes para mim, que é para condizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.