É uma guerra, não sabiam?

alloalo-splsh

Células adiposas, amigas, conversemos:
Bem sei que vos estou a matar à míngua. Eu, minhas queridas, estou no mesmo barco. Tenho consciência que sentem a falta daqueles croissants de ovo do quiosque do Cais do Sodré. Eu sonho com eles todas as noites (e são sonhos cremosos e estaladiços, cheios de amêndoazinhas torradas…). Oiço-vos quando maldizem beringelas, bróculos e agriões. Eu mesma já não lhes posso sentir o cheiro, quanto mais o sabor. A textura. Sinto o vosso desconsolo quando têm de recusar até uma simples bolacha de água e sal e bebem um copo de água em vez disso, para afogar a mágoa. Tenho estado convosco na lama, nas trincheiras da guerra aos hidratos de carbono, na resistência aos açúcares, no suplício que é aturar a ração de combate. É por isso que vos vou dizer, amigas, e only once, a carregar bem nos “érres”, para vincar aqui o tema da resistência: organizem-se, pá. Disciplina, meninas, ordem no batalhão. O que é que vem a ser esta insubordinação? Eu sei que se querem vingar das privações, mas não se ponham a abandonar assim a linha da frente! É da retaguarda que eu quero que se retirem. E também da barriga e um nadinha das coxas. Nas mamas, queridas, deixem-se estar. Por favor.

(E a Michelle, pá, que pau de virar tripas. Será que tinha alguma coisa que se visse debaixo daquela gabadine?)

13 comments
  1. Eu ainda ando a ganhar coragem para começar a dieta (há cerca de 5 meses) mas confesso que esse efeito secundário me deixa preocupada.

  2. tens de lhes dar tempo, logo se habituam :)
    passaste dos croissants para os bróculos, é um choque muito grande :p
    (não podes prevaricar nunca? nem uma excepção, umazinha?)
    boa sorte, vai contando à gente como é que isso se passa, está bem?

  3. Lamento informar que ao longo de anos e anos de práticas que roçavam a a obscenidade de salivar perante uma fatia de bolo de bolacha, tudo o que consegui foi ficar com cara de doente terminal, vomitada e cheia de peles, enquanto o cinto composto por 8 pacotes de quilo de farinha que começou por acampar à volta da minha anca, agora já se estabeleceu de pedra e cal, e de lá não há quem o arranque. Isto explica-se facilmente : visto na zona do centro de gravidade, mais dois números do que no topo e mais três do que no fundo. Ir comprar roupa é fantástico!

  4. Hilariante :) Onde posso alistar-me para me juntar à frente de batalha? :P

  5. Tive que parar em “beringelas”. Fiquei agoniado.

  6. raisparta os hidratos, que são tão gostosinhos -.-

  7. Só para ti que gostas de ilustração, ganharás algumas batalhas se te abanares assim uns minutos por dia:
    http://payload134.cargocollective.com/1/3/100506/4999580/121103_aqua_zumba_1_2048.gif

    Tirado deste site http://cargocollective.com/boglio/Paulette

  8. Perseverança, a palavra de 2013.

    1. Boa. E também gostei muito do teu post sobre o assunto.

      1. Alexandra, confesso que fiquei meia perdida aqui. Qual post?

        1. OH! Era este, mas já percebi que é uma citação. Não faz mal, gostei na mesma.

          1. Pois, infelizmente a minha inspiração não sobe tão alto.
            Mas como também gostei bastante, achei que fazia sentido colocá-lo lá no blog.
            :)

          2. Olha que não estranhei que fosse teu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.