Felizmente há H&M!

(Trágica apoteose em dois actos)

Cenário:
Um vulgar shopping de subúrbio numa tarde ventosa.

(Nota: a localização suburbana não chega a ser  relevante para a contextualização da tragédia. Uma vez no interior de um shopping, confundir Odivelas com o Barreiro é não só bastante possível como altamente provável)

Personagens principais, apresentação e breve caracterização:
A irmã mais velha, forreta e a quem nunca serve nada (e mesmo que sirva, morre a negá-lo, para se fazer difícil).
A irmã mais nova, que tem um bocado a mania e está a chocar uma gripe, (nota-se-lhe nos olhos descaídos)
A mãe, nervosa “mãe de noivo”, historial especialmente desastroso em matéria de vestidos de cerimónia (basta lembrar o repolho cor-de-laranja do casamento da afilhada)
O irmão do meio, (convenientemente) ausente e casadoiro, a razão e inspiração do encontro.

Primeiro Acto:
Périplo apressado pelas lojas de vestidos “respeitáveis”. As irmãs lutam para evitar que a mãe, sessenta anos que parecem cinquenta, escolha um vestido que lhe dá setenta. Adquire-se fatiota estilo safari-chic e sandália a condizer, depois de pancadaria rija nos vestidores e suborno de empregada para emissão de opinião facciosa.

Segundo Acto:
A irmã mais nova, sob ameaça de represálias e tortura com roedores, obriga a irmã mais velha a largar os trinta euros do objectivo e a adquirir o inominável: Vestido claro, cetim, justo, pequenote. Casamento transformado em baile de máscaras, portanto.

A trágica apoteose: Foi mais fácil a Ulisses vazar o olho ao Polifemo, mas parece que é desta que a irmã mais velha se transforma em senhorinha. E faz concorrência à noiva. Eta, falta de chá! Agora só lhe falta essa coisa fantástica a que chamam acessórios. A irmã mais nova diz que a pulseira de couro não serve.

 

—————

Estivemos mesmo vai que não vai para pôr aqui a imagem do bicho que está no lookbook, ou lá que raio, mas por trinta euros…? Fiquem lá mas é a imaginar a cena.

 

6 comments
  1. Imagino que vai ser um casamento muito àlacre, eheheheh

    1. Um forrobodó, como eu vejo as coisa!
      Mas olha, acho que ías aprovar a escolha. ;) Claro que à Scarlett ficaria melhor que a mim.

  2. Aposto que quando te olhares no espelho nem te vais conhecer, mas leva um sapato de cerimónia, não vás de Dr. Martens!

    1. Se encontrar uns 42 que não me arruinem os pés e a carteira… As Doc íam fazer-me calor, mas acredita que já as levei a um casamento.

  3. Isto merecia mais detalhes :D

    1. Eh, pá… Não tenho aqui agora a etiqueta mas tenho quase a certeza que dizia “lavagem em programa delicado a menos de 30 graus, não adequado a microondas, made in bangladesh”. Era isto? ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.