Fui a Roma e vi o Papa

O outro, antes daquele outro dos sapatos que desistiu, aquele que era mesmo O PAPA. Depois desse, todos a seguir parecem que só estão mascarados de Papa. Esta minha ideia não vem só de o ter visto em funções numa Vígilia Pascal em S. Pedro, vai para uma vintena de anos, porque na realidade não vi grande coisa nessa altura. Porque sou míope e deslumbrada pela arte e pela história, lacrimejei um nadinha, esmagada pela cúpula majestosa, e não saberia dizer se o pontinho branco lá ao fundo era o papa ou o fumo do incensório.
De qualquer forma, na basílica de São Pedro há melhores coisas para ver do que o Papa (e até a arquitectura!). A Guarda Suíça, por exemplo. Nunca ninguém fala na Guarda Suíça quando habemus destes conclaves e fumaradas e é uma injustiça de todo o tamanho. Já alguém reparou que aquilo é tudo gente escolhida a dedo em agências de modelos ou coisa que o valha? Altos, espadaúdos, uns palminho de cara que benza-os-deus. Podem ter fatinhos ridículos, que têm, quero cá saber que Michelangelo os desenhou, mas a mim podem eles revistar-me sempre que queiram.
A devoção é uma coisa tão bonita, não é?

6 comments
  1. Ora até que enfim que alguém diz o que estou fartinha de pensar; que bons pedaços de mau caminho!

    1. De levar uma pessoa ao Céu!

  2. Que pouca vergonha, mas que pouca vergonha.
    Eu fui a Roma e os tipos vestidos de palhaço eram mais feios que eu. Ou, pelo menos, não eram extremamente atraentes na escala POC 24.

    Vou deixar de vir a este blogue.

  3. Olha que eu já mãe de família, também acho. Isto do mãe de família é só para demonstrar cientificamente que não se fica tapada :P

    E sim, PAPA era o tal, também acho!

    1. As mães também olhos, ora essa! :)

  4. Nunca tinha reparado em tal coisa, tenho de começar a estar mais atenta a esta coisa da religião, parece que faz bem à vista ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.