Her hips don’t lie

Um simpático banco de imagens meu conhecido decidiu comemorar a chegada da Primavera fazendo corresponder à palavra-chave FADO, esta fotografia:

Que falta de respeito, que erro tão grosseiro, ficou logo ali a rosnar o meu eu patriótico, que até nem gosta de fado, mas é picuinhas. Depois a relação entre ambos piscou-me o olho. É que os primórdios do fado terão tido forçosamente muito a ver com movimentos de anca, além de que estes, quando executados pela senhora em questão, também já devem ter sido propostos para Património da Humanidade.
E seria coisa para a Maria Severa achar piada, creio bem.

5 comments
  1. A Severa bebia como um homem (bêbedo) e cheirava mal dos sovacos e outrás partes da anatomia. Essa, não me cheira…e sempre apreciei movimentos de ancas bem ritmados…

  2. Ó Vic, que ideia essa de estragar a minha visão romântica da Severa! ;) Eu acredito que no tempo dela devia haver muito boa gente a cheirar mal desses sítios todos.

  3. Não gosto de fado, Alexandre. Mas aprecio devidamente os seus anagramas (especialmente um, e até acho que é o único). Nunca tive uma visão nada romântica dele e dos seus intérpretes, nem ainda percebi o presente alarido à volta da “consagração da unesco” se até aqueles bailados romenos completamente ridículos, já foram agraciados do mesmo modo :)

    1. Eu estou contigo menos na parte da históriazinha que, de facto, me é simpática: cantiguinhas em vielas, romances de faca e alguidar, xailes pelas costas, tranças desfeitas, choradeiras, huuuum…. Gosto bem de xailes, eu. Mas não concordarmos em tudo não é razão mas me teres mudado o sexo, pá! :P

      1. Opá desculpa lá, são os sacanas dos dedos :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.