Insólito

Sexta-feira, pelas 24h, Alexandra, a Grande foi vista a abandonar a Cidade do Rock com as mãos à abanar. Testemunhas afirmam que nenhum sofá insuflável lhe pendia do traseiro e nenhuma cabeleira vermelha lhe piscava no cocuruto. Um voluntário da organização fez notar que nem mesmo um pauzinho luminescente se avistava nas mãos da afamada blogger: “Afinal o que é que ela veio aqui fazer?” lamentou-se, desgostoso, “Assistir a um concerto?'”
Questionada sobre esta desrespeitosa indiferença pelos brindes megamarca gratuitos, Alexandra, em entrevista ao seu próprio blog, declarou-se desconhecedora das práticas de arrebanhamento de tralha pisca-pisca. A única coisa luminosa que viu no certame, diz-nos, foi o cabelo do Josh Homme. Aliás apenas julgou digna de trazer para casa, e arrumar para lá numa gaveta, a euforia com que saltou ao som de “Little Sister”, num concerto que até nem estava a ser lá essas coisas.
Quando confrontada sobre o facto da sua indumentária festivaleira não ter chegado para figurar na lista das mais estilosas do dia, Alexandra desculpou-se nestes termos. “Quando saí de casa esta manhã não fazia ideia que me íam oferecer um bilhete às seis da tarde. Tive de vir com a roupa que tinha no corpo. Foi azar ter sido uma t-shirt com uma hamster-bailarina, mas acho que o Josh não levou a mal. Se soubesse tinha trazido um crop-top, sempre me sentia mais acompanhada”.

13 comments

  1. Uva

    Ò grande, então a menina não sabe que quando uma mulher, ainda para mais do teu tamanho, sai de casa, deve ir preparada para tudo? Então sai assim, com um rato na camisola?

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>