Levítico 17:14

Nas últimas semanas, por um motivo ou por outro, a minha vida tem girado muito à volta do blog. O blog, o blog, o blog… A tal ponto que ontem, sem computador, e hoje, sem tempo, dei por mim a pensar:

THE BLOG IS THE LIFE!

E não seria eu de todo uma boa ex-góticocoisa se isto não tivesse tido logo uma óbvia ressonância no meu cérebrozinho viciado:

THE BLOOD IS THE LIFE!
(a frase chave do Levítico que todos os adoradores de vampiros não luminosos sabem de cor)

Isto faz de mim o Renfield oficial da blogosfera ou quê? Se ao menos o Gary Oldman me viesse visitar à cela…
Vou só ali almoçar três aranhinhas com sumo de tomate e já cá volto.

8 comments

  1. André

    Também tive uma fase de adoração de vampiros não-luminosos. Começou no filme do Coppola (ou terá sido na telenovela Vamp) e foi até aos livros da Anne Rice. Nunca entrei na cena gótica, mas cheguei a obrigar o meu pai a comprar-me este livro, que trazia conselhos práticos do género: “como invocar um vampiro” ou “como reconhecer um vampiro sexualmente”. Não foi assim um grande momento familiar.

  2. Sue

    Eu gosto tanto de vampiros como qualquer outra pessoa… vá talvez um pouco mais… mas daí a sugerir que vou comer aranhas…. blhaccccc que horror :P

    • Marylouise

      My name is Amaury Cork and I am a massage therapist. I was taught Trigger Point Therapy when I did my massage course 12 years ago in Sydney, Australia. I use this technique with great success with most of my patients. The work of Dr Janet Travell was a brghotarkueh for many therapists around the world to help patients in pain. Thank you.

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>