Mamutes

Pareceu-me ver um mamute a pastar em Belém esta manhã. Como a terceira idade do gelo ainda não começou e ainda é um bocado cedo para ser aquela senhora alemã, estou curiosa quanto à presença do bicho. Levantei os olhos do livro no último momento possível e já só o vi a fugir para trás do comboio. O que vem a ser aquilo? Alguém sabe? Já googlei e não encontro.
Eu gosto tanto de mamutes!

(Era assim com esta expressão exclamativa que o meu irmão terminava todas as redacções na primária, fossem elas sobre as estações do ano, uma ida ao Jardim Zoológico ou o seu brinquedo preferido. Ele gostava sempre tanto de tudo! Era um rapaz positivo. Não somos nada parecidos.)

————————————–

O Mamute “queridinho” aí de cima é da Sarah Goodreau. E  já agora ficam a saber que não há por aí muita gente a desenhar mamutes. Não percebo porquê. São tão mais interessantes que os gatos.

7 comments

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>