Não me envergonha por aí além… #6

…ser tão básica como isto:

Tirando o Mao e o Napoleon, papei-os todos. Sim, até a Meyer. E, sim, mesmo o Paulo Coelho. Alguns destes livros fizeram-me ganhar juízo, outros deram-me amigos e um deles até me valeu um prémio. The point being, ganhei sempre qualquer coisa sempre que li qualquer coisa. Eu disse-vos que não era esquisita. Bem, só com roupa amarela. Cá vai um sorriso da mesma cor.

——-

Infografia de Jared Fanning
23 comments
  1. me too, mas tb não li o da margaret mitchell.

    1. Olha, agora que falas nisso apercebo-me que eu também não… li foi uma continuação ranhosa desse, escrito por outra jeitosa que não me lembro o nome. Sou uma fraude!

  2. Desses já li 3, sendo que só me orgulho de um deles… são fases!

    Aproveito para te convidar a ir espreitar o meu cantinho novo, sendo o antigo o Keep Calm and Ad On, ainda está muito pouco composto, pois acabou de sair do forno, mas fica o convite :)

    1. Eu vou! Bem estava a reconhecer o teu nome…

  3. só li o Diário de Anne Frank…shame on me…

    1. Pois, esse é exactamente o tal do qual não me envergonho :)

      1. Esse foi o que me deu um prémio!

  4. Li o mais lido de todos…menos mal. Ali para o meio li também o do gajo que o Rodrigues dos Santos copia à força toda.

    1. Li alguns. Mas não, o Paulo Coelho não. Admira-me que não se inclua o Corão. Terá sido uma provocação? :)

      1. Boa questão, Vic. Isto são os livros mais vendidos, se calhar o Corão vai passando de uns para os outros como herança. Eu nunca comprei uma Bíblia e tenho três, de tias-avós que foram morrendo. Em compensação comprei um Corão para oferecer ao meu pai, que tem a mania de dizer que nós dois descendemos dos árabes que cá ficaram depois da reconquista. Só nós dois, os meus irmãos, não, eheheh.

  5. O código da Vinci, o diário de Anne frank, a Bíblia, o Alquimista… os meus.

  6. Se escrevesse o título de todos que li que arrependi…

    1. Era um bom exercício. Eu cá não me arrependo. Ou leio ou não leio. Se estiver a ser superior às minhas forças, largo-o a meio. Já fiz isso a duas Agustinas, um Gore Vidal, um Jorge Luis Borges e mais uns quantos que não me lembro agora.

  7. li alguns.
    e também li Nicholas Sparks – shame on me. mas olha, às vezes, só às vezes, gosto de lamechice escrita que me faz puxar à lágrima.
    depois alterno entre tudo o que me vem às mãos, de policiais a romances históricos, de Camus a Dan Brown.
    e é a vidinha.

    1. Também li dois nickys, li, li… a minha irmã obrigou-me, a malvada. Amarrou-me, pôs-mos à frente e depois abriu-me as pálpebras com palitos. E chorei muito num deles, não sei qual foi.

  8. Ler nunca é coisa para envergonhar ninguém!

    1. A não ser que sejam manuais de html5! ;)

  9. Lol… Por acaso também faço parte desse rol!…

    queriadeti.blogspot.pt

    1. Antes assim que só ler a Maria, Cristina! :)

  10. leram todos a biblia, de uma ponta à outra? pensei que só eu fazia promessas religiosas ferventes na adolescência (sim, li a biblia de uma ponta à outra, e demorei 2 anos).

    1. Eu li, não foi de seguida e grande parte foi no autocarro, por isso não me venham cá pedir citações e tal, que se fundiu tudo com o barulho do motor. Metaleiro que é metaleiro tem que ler a sua bibliazita senão nem percebe as letras das canções de black metal!

  11. Credo, pá. Não leria nenhum desses nem que me pagassem. O tempo é finito.

    1. Mas as viagens de comboio às vezes parecem infinitas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.