Não me envergonha por aí além… #7

… lembrar-me sempre, em estridentes pormenores, de todos os detritos que o meu subconsciente resolve deitar cá para fora durante a noite. E aborrecer toda a gente com descrições desses enredos fabulosos. Por exemplo, hoje, pelas seis da manhã, hora a que o vizinho de cima atirou ao chão qualquer coisa grande e pesada  (faço votos que tenha sido a cabeça da mulher), estava eu a sonhar que me diziam:
“As tuas qualidades sociais são as de um garrano do Gerês”

Não preciso de explicação, Freud. Preciso é de mergulhar de cabeça da Portela do Homem, subir à Calcedónia, calcorrear a geira. Isso sim. E em manada. Wanna come?

16 comments

  1. leididi

    Eu cá esta noite sonhei que andava a fugir do Darth Vader e de vários Stormtroopers. Escondi-me atrás de uma parede, muito quieta, mas eles apanharam-me. Antes disso sonhei que estava numa festa da Páscoa onde tinha de se dar um beijinho num coelho gigante de loiça.

    • Alexandra

      Não está mau, não senhora. O coelho de loiça dá-lhe aí um toque nem sei de quê, mas gosto. Já eu, hoje sonhei que andava a ter uma relação ilícita com o Fernando Ribeiro dos Moonspell. Foi preciso esperar que o gajo estivesse meio careca e pai de filhos para ter esse gostinho. O máximo que consegui na altura da panca foi sonhar que o penteava. É que francamente.

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>