Não me envergonha por aí além… #8

… o tempo que perco a ver este número mudar. Sobe, desce, sobe, desce. Incrivelmente nunca o apanho a zero. Incho e desincho que nem peixe balão nas raras vezes que passa a dois digítos. E fantasio orgias, pois fantasio. Toda esta gente aqui no meu jacuzzi. E nem sequer uso um produto hipoalergénico para as bolhinhas.
É pecado capital, Alexandra, regozijares-te desta maneira. Vai fazer um banner ou assim.

 

22 comments
  1. A palavra é procrastinar. É? -_-

    1. Não, é dar beijinhos ao espelho, que é bem pior.

  2. Ou assim…
    Eu não sei, nem me preocupa saber quantos são no meu. Já um banho de bolhinhas era coisa para me deixar a pensar no assunto, que eu hoje estou com o modo “PREGUIÇA” ligado.

    1. O tempo real é que me lixa… quantos são não importa, é estarem ali comigo, ao mesmo tempo, do outro lado, sabe-se lá onde (por acaso sabe-se…). O meu pobre lado mais social quer dizer “olá” a todos.

  3. E se a esses somares os que espreitam atráves do Reader ou afins… no estado novo já seria considerado um ajuntamento com intenção revolucionária, visto sermos mais de dois!

    1. Ora bem, se calhar ainda vamos é todos presos!

  4. Cá vai mais um, tudo bem, normalmente por GR, mas também por aqui :)

    1. Mac, eu a ti deixo-te para as travessias do Tejo, quando não tenho livro. Até é poético, se formos a ver. Todo aquele céu azul cueca por cima de nós. Como não permites comentários e escreves coisas compridas, dá-me mais jeito guardar-te para ler no telemóvel. :)

  5. Alexandra, o seu header é fantástico, absolutamente fascinante. Foi a menina que fez?

    1. Caro Pipoco, o desenhinho da moça não é meu, não, roubei por aí, que estava com muita pressa de começar isto antes que me arrependesse (outra vez). Mas compus o resto e escolhi o amarelinho. Temos negócio ou quê? Eu de grãos de milho estourados percebo pouco, é um aviso… mas já fui ginasta do Sporting. Servirá como carta de referência? E não vou desenhar aquele malvado do Ruben Patrick, isso não vou.

      1. Alexandra, depreendo das suas palavras que é o seu desejo mais profundo eu dar-lhe uma oportunidade de lhe permitir submeter à minha consideração uma proposta de novo header para o meu blog. Assim é?

        1. Após análise cuidada de um briefing por si fornecido por e-mail (formulário de contacto acima), acompanhado de convite para libação comemorativa pós implementação de header, porque não?;)
          Aguardo.
          (ai Pipoco, já vim com o Henry James no comboio esta manhã, esta coisa de frases cheias de palavras dá cabo de mim…)

  6. Tens motivos para a vaidade. Mérito teu.

    1. e um nadinha teu, também… (Alguns dos banhistas do jacuzzi chegam aqui à boleia das pequenas coisas)

  7. 9 visitantes activos no site, não servem de muito se não houver visitantes passivos.

    1. É esperar que os haja, se não é uma selvajaria. ;)

  8. Não me digas que banner é aquilo que estou a pensar. Diz-me que não, please!

    1. É um formato publicitário… online. Que pensavas tu?

      1. Pensava que era uma posição…bom…deixa pra lá.

  9. É nesta coisas que se vê como eu sou básico na blogosfera. Não percebo nada destas aplicações, nem sei onde vêm. Parecem fixes. Percebo que puxem para a fantasia. Mas mais engraçado era se desse para fornecerem mais dados. “O Alberto tem incontinência urinária, está num lar de terceira idade e acabou de entrar no seu blog”. Just a thought, you know.

    1. Diabos, Pulha, assim também não. Eu já acho esquisito que aquilo aponte sujeitos que estão aqui no distrito…

  10. Gosto aqui do teu Jacuzzi :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.