O Show das Poderosas

O Carnaval está aí outra vez. As miúdas da escola aqui da rua acabam de desfilar mascaradas de habitante da Casa dos Segredos. Calções cueca, barretes lanudos, barrigas de fora, pestanas coisital e madeixas não sei quê. Que giraaas! Não tens noçããão!
O quê? Não é outfit carnavalesco? Ohhhh. Palavra de honra que não percebi. Como é havia de perceber? Citando Rui Veloso (que vá-se lá saber porque carga de água, veio-me agora à cabeça), é tudo uma questão de não se ouvir a mesma canção. Com a idade delas eu fechava-me no quarto, às escuras, a meditar no significado metafísico de: You’re still alive, she said / But do I deserve to be? / Is that the question? / And if so, who answers? Já a meditação delas é mais isto: Prepara / Que agora / É a hora / Do show das poderosas / Que descem / Rebolam / Afrontam as fogosas.
Tal e qual.

E foi a última vez, juro. Abatam-me, por favor, se eu voltar a vir para aqui com discursos de avózinha azeda. Vamos lá então ouvir essa tal de Anitta. Assim, como assim, há 20 anos que ando a meditar e ainda não percebi se mereço estar viva.

 

8 comments

  1. lita

    Bemmmmm, eu sou da geração que cantava “touch me, touch me, I wanna feel your body”, e num carnaval vesti-me de samantha fox, com calças de ganga com um rasgão debaixo da nádega direita e panos no sutiã para fazer as mamas grandes. Qual é a diferença mesmo entre as adolescentes dos anos 80 e das agora?

  2. margas

    Quer as miúdas agora são uma desgraça é verdade, verdadinha! (eu bem vejo quando vou buscar a minha irmã à escola secundária).
    Agora isso do Show das Poderosas é top, para quem gosta de música brasileira como eu, é para bom para mexer o esqueleto!

  3. Nada

    Tu vais voltar com esse discurso e só não te vou abater porque já sei que vais…esta geração leva a velha merdosa que há em nós a sair e querer praticar suicidio

  4. Rita

    Eh pa tal e qual. Esta malta de agora sabe lá o que é ouvir boa música. Já quanto ao resto também fico um bocadinho chocada quando as minhas miudas do atl, com 9 anos “rebolam” e sacodem a cabeleira como as tais poderosas da canção.

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>