OH MY COD

Cod

Uma marmita mal fechada encheu-lhe as calças de gordura e tomate logo pela manhã. Ficou a cheirar a bacalhau o resto do dia, mas desculpou-me. Em esforço, que à raça dos obcecados com limpeza, os cheiros fortes não agradam nada. Depois gabou-me a caldeirada. A meio dos trinta descobriu os pimentos. E que o mundo não é feito de bifes da vazia. Eu descobri que gosto muito de o ouvir gabar-me o tempero. E que a minha caldeirada é melhor que a da minha mãe. Logo vai ser ele a tratar das nódoas das calças e também a lavar a marmita. Não sei se mereço, mas sei que gosto.

————————————
O bacalhau é da Debby Mason.

13 comments

  1. a.i.

    não é por nada, mas eu a ler este parágrafo comecei a ouvir uns sinos a repicar. Não é por nada mesmo. Ou melhor, talvez tenha sido algo, sim. Aquilo de descobrir a meio dos trinta que há vida para além dos bifes é descoberta de monta. :)

  2. Rosa Cueca

    É tão bonito quando o mundo deles é abalado culinariamente, extrapolando para o resto e elevando-nos à qualidade de “pessoa a agradar e manter a todo o custo”.
    Venham cá dizer que o homem não liga a essas coisas do estômago, e que isso é do século passado, pfff…há coisas que não mudam ;) e ninguém quer passar a vida a comer todos os dias bifinhos com cogumelos.

  3. Mak

    A ler isto no dia 31 de Julho, encharcado em referências a Quim Barreiros e ao mês que aí vem, juntar-lhe um post sobre bacalhau de excelência podia ser desastroso, mas tu deste-lhe a volta.

    Já se sabe que o estômago é um ponto chave na acupunctura da conquista ;)

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>