ómeudeusómeudeus

Ía uma pessoa no barco esta manhã a ler o Alexandra, a Grande num iPad branquinho!
Que nervos, que nervos! Tive de olhar duas vezes para confirmar que aquele amarelo flamejante era mesmo o do meu header. Depois ainda espreitei uma terceira para avaliar se era um de facto um iPad.
Confirmações feitas, encolhi-me toda de encontro à janela, com um medo absurdo e uma vergonha inexplicável, varada com aquelas duas impossibilidades seguidas: uma pessoa no barco com um tablet, uma pessoa a ler-me ali à minha frente.
Saquei dos meus óculos de sol que me compraram no OLX o verão passado, e de onde já caíram as contrafeitas etiquetas Prada, e fiquei em terror à espera que a pessoa, uma rapariga, me espetasse um dedo no ombro: “Então tu é que é a Grande?”. Estúpido até mais não, mas tão eu que é preciso contá-lo.
Acho que gostei muito que isto tivesse acontecido, chamem-me vaidosa, mas ainda estou com um frio na barriga. Sou esquisita ou quê?

44 comments

      • Luna

        Thanks, ainda falta aí um mês (só posso ir depois da reunião presencial com o fundo de desemprego, que deve acontecer no início de maio, espero).

        Já agora, o mais embaraçoso que já me aconteceu foi estar com amigos que me apresentam outros amigos, e que a certa altura exclamam: tu és a Luna! (já me aconteceu duas vezes)

        Também já me aconteceu sair de casa aqui, e ouvir umas miudas a falar português, e perguntar-lhes se estavam à procura de alguém, e dizerem-me que estavam à espera de ir ver a casa ao lado da minha. E à noite voltar a casa e ter um mail de uma blogger que me comenta a dizer: acho que te conheci hoje à porta de tua casa, mas não tive coragem de dizer nada.

        • Alexandra

          Muito bom!
          Eu acho que não te identificava a não ser numa situação como a dessa blogger, onde fosse só somar dois mais dois. É que nessa tua foto de perfil pareces uma miúda da minha escola secundária (que eu detestava!), mas já vi para aí outra (gmail?) que não tem nada a ver. Estás segura comigo, eheh.

  1. Uena

    Que máximo!!!! :D
    Sonho com o dia em que isso me aconteça!
    Primeiro problema: não ando de barco (acho que nunca andei! Tenho que ir até ao Barreiro e voltar, vá).
    Segundo problema: não tenho óculos do OLX para me esconder.
    Damn you!

  2. Rosa Cueca

    Espera até ires a jantares e começarem a falar de ti.
    Passa num instante de “epá até sou conhecida”, para “creepppyyyyy, onde é que me escondo?!”.
    Mas é bom sinal, é bom sinal :)

  3. Ricardo

    Muito bom :D

    O que me acontecia com um blog antigo era em reuniões ou formações ouvir colegas e superiores falarem do meu blog, tentando adivinhar quem era o livreiro que tinha um blog, passei por situações muito curiosas.

  4. Pedro Rebelo

    Ora bem, antes de mais a nota: vim aqui parar através do syfy o que significa que a parceria do blogger-a-week funciona…

    Agora o que realmente interessa: já li a primeira pagina do principio ao fim e, sim, verdadeiramente impressionado. O que já ri… Keep on Alexandra. Muito bom trabalho. Parabéns.

  5. Menino de Sua Mãe

    Afianço que eu não era, que tenho barba, e o meu iPad é preto, e não ando por esses lados de barco há que tempos.

    Mas vista a coisa por outro prisma, ocorreu-me que a linha editorial do meu blog talvez não seja a mais apropriada para consumo em espaços públicos num país como o nosso… (mas também não acho que a vá mudar por causa disso)

    :)

    • Alexandra

      Eu sei, eu sei, eu sei!!! O meu écran do telefone é pequeno, por isso ainda me permito ler-te en route, mas lembro-me sempre daquela vez que uma velhinha se meteu comigo por estar a ler uma biografia ilustrada do Egon Schiele.

  6. Bruxa Mimi

    Não era eu, de certeza, pois só hoje conheci este blogue. E também não ando de barco, sou mais amiga de comboios. Mas imagino que tenha sido mesmo uma situação de “OMDOMD”!

  7. Pólo Norte

    Eu queria um Ipad Branco mas se isso implica ir até à Margem Sul, esquece lá isso!

    (E estares com uma leitora do blog que quando percebe que tu és tu te pergunta: “posso-te tocar?”. I’ve been there! :S )

  8. Mam'Zelle M.

    Não és esquisita não senhora! Eu também gostaria de ver alguém, um dia, a ler a Mam’Zelle, fosse lá em que suporte fosse. O problema é que não ando de transportes, raramente saio de casa e quando saio vou tão distraída na minha bolha que não vejo nada nem ninguém…
    É pá, a modos que fiquei com inveja. Bolas! ;)

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>