ómeudeusómeudeus

Ía uma pessoa no barco esta manhã a ler o Alexandra, a Grande num iPad branquinho!
Que nervos, que nervos! Tive de olhar duas vezes para confirmar que aquele amarelo flamejante era mesmo o do meu header. Depois ainda espreitei uma terceira para avaliar se era um de facto um iPad.
Confirmações feitas, encolhi-me toda de encontro à janela, com um medo absurdo e uma vergonha inexplicável, varada com aquelas duas impossibilidades seguidas: uma pessoa no barco com um tablet, uma pessoa a ler-me ali à minha frente.
Saquei dos meus óculos de sol que me compraram no OLX o verão passado, e de onde já caíram as contrafeitas etiquetas Prada, e fiquei em terror à espera que a pessoa, uma rapariga, me espetasse um dedo no ombro: “Então tu é que é a Grande?”. Estúpido até mais não, mas tão eu que é preciso contá-lo.
Acho que gostei muito que isto tivesse acontecido, chamem-me vaidosa, mas ainda estou com um frio na barriga. Sou esquisita ou quê?

44 comments
  1. É só para dizer que não era eu.

    1. por enquanto! Só ontem é que li que estás quase de volta. Bom regresso!

      1. Thanks, ainda falta aí um mês (só posso ir depois da reunião presencial com o fundo de desemprego, que deve acontecer no início de maio, espero).

        Já agora, o mais embaraçoso que já me aconteceu foi estar com amigos que me apresentam outros amigos, e que a certa altura exclamam: tu és a Luna! (já me aconteceu duas vezes)

        Também já me aconteceu sair de casa aqui, e ouvir umas miudas a falar português, e perguntar-lhes se estavam à procura de alguém, e dizerem-me que estavam à espera de ir ver a casa ao lado da minha. E à noite voltar a casa e ter um mail de uma blogger que me comenta a dizer: acho que te conheci hoje à porta de tua casa, mas não tive coragem de dizer nada.

        1. Muito bom!
          Eu acho que não te identificava a não ser numa situação como a dessa blogger, onde fosse só somar dois mais dois. É que nessa tua foto de perfil pareces uma miúda da minha escola secundária (que eu detestava!), mas já vi para aí outra (gmail?) que não tem nada a ver. Estás segura comigo, eheh.

          1. Garanto que não sou a miuda horrorosa da escola secundária. Sou muito mais fofinha.

          2. Nem tenho dúvidas! (mas se vier a descobrir que foste tu que curtiste com Pedro Sobral na Serra da Estrela temos chatice…)

  2. lol Luna.
    eu tb não não era (não tenho iPad)

    1. ok, vou riscar o teu nome da lista de suspeitos!

    2. Eu também não tenho iPad. :(

  3. eu juro que ainda estou em itália. e não tenho ipad.

    1. acredito! :)

  4. Não será tão deliciosa quanto a situação de estar a escrever um post enquanto se espera pelo avião e a pessoa que está na cadeira ao lado nos olhar e aquele olhar dizer “pff, então é isto o Pipoco?…”

    1. Não há qualquer hipótese do Pipoco alguma vez ser considerado um “isto”. Mas acredito que seja delicioso. :)

  5. Agora a pessoa agora vai continuar a fazer o mesmo mas atenta para ver se te descobre ;)

    1. raios, não tinha pensado nisso… :P

  6. Que máximo!!!! :D
    Sonho com o dia em que isso me aconteça!
    Primeiro problema: não ando de barco (acho que nunca andei! Tenho que ir até ao Barreiro e voltar, vá).
    Segundo problema: não tenho óculos do OLX para me esconder.
    Damn you!

    1. Cacilhas, vem até cacilhas. Vou andar de olha para me meter contigo, acho que te reconheço. :P

  7. Espera até ires a jantares e começarem a falar de ti.
    Passa num instante de “epá até sou conhecida”, para “creepppyyyyy, onde é que me escondo?!”.
    Mas é bom sinal, é bom sinal :)

    1. Ui, isso é mesmo esquisito! Já me aconteceu uma parecida no trabalho. Citaram um post meu, mas não sabiam bem onde o tinham lido… e eu lá me encolhi outra vez…

  8. Não fui eu, mas se tivesse sido no autocarro podia ser. :)

    1. Autocarro? Mas então tu não tens asas?
      :)

  9. Tenho, pois! Mas, infelizmente, já não sustentam o peso do meu traseiro… so sad!

  10. Muito bom :D

    O que me acontecia com um blog antigo era em reuniões ou formações ouvir colegas e superiores falarem do meu blog, tentando adivinhar quem era o livreiro que tinha um blog, passei por situações muito curiosas.

    1. Também já tentei adivinhar isso, é só o que te digo… Se vires um dia destes uma pessoa grande a observar-te à socapa, já sabes!

  11. Ora bem, antes de mais a nota: vim aqui parar através do syfy o que significa que a parceria do blogger-a-week funciona…

    Agora o que realmente interessa: já li a primeira pagina do principio ao fim e, sim, verdadeiramente impressionado. O que já ri… Keep on Alexandra. Muito bom trabalho. Parabéns.

    1. Muito obrigado Pedro, também já estive a cuscuvilhar o teu blog, que não conhecia e gostei do que li.
      Quanto ao syfy, vamos ver o que daqui sai! :)

  12. É nessas alturas que precisavamos de um auto-retrato. Eheh

  13. Afianço que eu não era, que tenho barba, e o meu iPad é preto, e não ando por esses lados de barco há que tempos.

    Mas vista a coisa por outro prisma, ocorreu-me que a linha editorial do meu blog talvez não seja a mais apropriada para consumo em espaços públicos num país como o nosso… (mas também não acho que a vá mudar por causa disso)

    :)

    1. Eu sei, eu sei, eu sei!!! O meu écran do telefone é pequeno, por isso ainda me permito ler-te en route, mas lembro-me sempre daquela vez que uma velhinha se meteu comigo por estar a ler uma biografia ilustrada do Egon Schiele.

  14. Não era eu, de certeza, pois só hoje conheci este blogue. E também não ando de barco, sou mais amiga de comboios. Mas imagino que tenha sido mesmo uma situação de “OMDOMD”!

    1. Comboios também serve! Linha de Cascais e tu?

      1. Durante muitos anos, linha de Cascais on a regular basis! Agora é mais comboio=metro, mas só de vez em quando, pois a minha vidinha é mais de andar pela minha zona, a pé, com o meu filho mais novo (ele, a pé ou no carrinho, dependendo da distância) que vamos percorrer. Mas ainda tenho algumas saudades da linha de Cascais… (que mato ocasionalmente).

        1. *é só para mudar o ) para o fim da frase respetiva…

        2. É o melhor caminho para o trabalho do país!!!

          1. Ontem matei saudades da linha de Cascais e lembrei-me da Alexandra, a Grande! :-)

          2. yay!!! Nunca pensei ficar conhecida pela linha de Cascais!

  15. Eu queria um Ipad Branco mas se isso implica ir até à Margem Sul, esquece lá isso!

    (E estares com uma leitora do blog que quando percebe que tu és tu te pergunta: “posso-te tocar?”. I’ve been there! :S )

    1. Hás-de vir cá parar… e mais cedo do que tu pensas!

      (no way!!! Espera… eu já te toquei… e esqueci-me que não podia voltar a lavar a mão!!! PORQUÊÊÊÊÊ???!)

  16. Não és esquisita não senhora! Eu também gostaria de ver alguém, um dia, a ler a Mam’Zelle, fosse lá em que suporte fosse. O problema é que não ando de transportes, raramente saio de casa e quando saio vou tão distraída na minha bolha que não vejo nada nem ninguém…
    É pá, a modos que fiquei com inveja. Bolas! ;)

    1. Não tenho ipad, mas se andasses no meu autocarro já terias visto alguém a ler-te no telefone… Ou a tentar, que com tantas imagens que tu tens, aquilo custa a carregar!

      1. Pena não viver em Lisboa. Metia-me já em tudo quanto é redes de autocarros, só para tentar descobrir-te (com os teus quase 2 metros não seria difícil). E se estivesses a ler a Mam’Zelle tanto melhor. Eram dois desejos realizados de uma vez só. Quase que imagino a cena. Que lindo, pá! :)

        A sério? Aquilo custa a abrir?! Raios… tenho de me deixar de tanta foto.

        1. O meu telefone é que é manhoso e a cobertura de rede a meio do rio pior ainda…

          1. Ah bom! Assim já fico bem mais descansada :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.