Os conselhos nutricionais da Drª Alexandra

Dizem que anda tudo a ver o Big Brother Vip como estratégia de fuga a telejornais. Eu tento não ver uma coisa nem outra como estratégia de fuga à demência. Ambos os programas são perigosos e têm um efeito esquisito em mim. Então os telejornais, ui! Ontem vi um e comecei logo a tresvariar. Lembrei-me que é realmente uma sorte ter lido tantos romances históricos ao longo dos anos. Hoje possuo conhecimentos práticos inestimáveis para enfrentar os duros tempos que se avizinham.

Graças os “Pilares da Terra”, por exemplo: Sei que se pode sobreviver um mesito ou dois com meio quilo de nabos cozidos. Se faltar o combustível, crus também marcham bem.
Quando se acabarem os nabos, meia arroba de aveia dá-me, nas calmas, para papas, bolinhos e cerveja suficientes para outro mês à moda das “Brumas de Avalon”.
Com o “Cavaleiro Templário” aprendi a fazer de duas tâmaras e uma lasca de carne de cabra seca um pitéu de lamber os beiços. Neste livro também veio como bónus a confirmação que se pode fazer uma cruzada inteira sem tomar banho nem mudar de manto, o que dá imenso jeito para poupar na água, no gás e nas idas à Zara.
Sei enterrar na areia ovos roubados a gaivotas, graças a uns livros de esquimós pré-históricos que adorava quando era mais nova. Se for preciso também caço baleias, mas nunca vi nenhuma ali em Cacilhas.
Podia continuar com as saladinhas que aprendi a fazer nos livros de pirataria com musgo do convés, mas estaria a aborrecê-los. Vamos só acrescentar que sei que basta quebrar o jejum e cear para se ter um dia completo em matéria de refeições. Essa coisa de almoços, lanches, snacks, etc… é coisa de hobbit, que como toda a gente sabe é um povo inventado que mora num mundo de fantasia. Ser realista e comer só uma ou duas vezes ao dia é o melhor.

E as necessidades nutricionais básicas, perguntar-me-ão agora? As recomendações da ONS? As proteínas, as vitaminas, os bifidus e os ácidos gordos saturados? Adiante, amigos. Isso interessa para alguma coisa? Só serve para a malta stressar em vão e ainda arranjar uma úlcera ou duas. Ninguém sabia o que era ómega 3 na Idade Média e vejam lá se não vivia tudo feliz e contente até para aí aos 40.

Agora deixem-me ir à procura de um nabal em condições que já só me restam uns cinco anos disto e ainda tenho de aprender a lutar contra o escorbuto.

19 comments
  1. E a relva acabada de cortar? Dá cá uma saladinha de minhoca que é um espectáculo. Assim já tens proteínas :P

    1. Tenho que ir então descobrir relva. Não há muita lá para o subúrbio…

      1. Adorei!!Sem palavras….

        1. Ahahahah! :)

  2. não sei como é em cacilhas, mas aqui vejo muitas vezes baleias nas esplanadas.

    1. Se isso foi uma forma velada de me pôr a reflectir sobre se devo ou não começar já a dieta da Primavera das minhas amigas, informo que as minhas sugestões do post são todas baixas em calorias (e em qualquer outra coisa).
      :P

      1. longe de mim insinuar tal coisa :)

  3. Basta umas laranjinhas para o escorbuto. Magras, mas sem gengivas inchadas, faxabore.

    1. Tenho, do quintal do meu pai! Para onde as mando?

      1. Não sei se vivo até lá. Manda umas latas de atum só naquela…

        1. Isso é muito pouco medieval! Se conseguires provar que se comia atum enlatado na corte de Carlos Magno eu mando-te.

  4. Lindos e nutritivos, estes conselhos da Drª Alexandra! Rir também faz bem à saúde, por isso eu talvez chegue aos 41 (que aos 40 já cheguei!) Obrigada por mais uns mesitos de vida!

    1. ora essa, continua com a boa alimentação!

  5. É por essas e por outras que cá em casa temos a TV estacionada no canal 2 e viva o Zig-Zag. Sempre alimenta a alma, sobretudo a do piqueno.

    1. Percebo perfeitamente!

  6. “Eu tento não ver uma coisa nem outra como estratégia de fuga à demência. Ambos os programas são perigosos (…)” Genial! Aliás, como todo o post!

    1. Ahahahah! Genial não sei, parvo certamente!
      Obrigado a todos vocês, sete gatinhos azuis (que nome lindo!!!)
      :)

  7. Eu virei-me para o Hannibal….que quererá isto dizer???

    1. Para começar, que tens muito bom gosto! E depois… afasta-te de mim! :P

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.