Pretérito Perfeito


A sensação de segunda-feira-agonia persiste para lá do momento em que me apercebo que estou enganada e só há mais um dia e meio até sábado-alívio. O que quererá isto dizer, posso até perguntar, e fingir que a pergunta é retórica. Mas a resposta anda aí, a esvoaçar aos solavancos, como uma borboleta. E se eu detesto borboletas. Não respondo em voz alta e vou fingindo que a frase aí de cima não passou a pretérito perfeito. Ficou só em banho-maria.

——————-

Ilustração de Howdy Mates

5 comments
  1. Isso era o que a minha tia dizia para a minha prima:
    – Banho, Maria!

    1. E dizia bem, que não se deve dar abébias a pessoas pouco asseadas.

  2. Como assim destestas borboletas?

  3. Detestas, caraças.

    1. Metem-me medo, o que é que queres. Voam assim um bocado à toa, chocam connosco e largam pigmentos coloridos nas nossas camisolas e depois fico com pena delas. Além disso têm corninhos pequeninos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.