Que bem que se está no subúrbio

Temos andado pouco suburbanos por aqui e algo tem que se feito para remediar essa situação. Aturem-me, vá.

(Algo que não passe por eu começar a cantar, como ainda agorinha: “…suburban life, pretty wife, you think you’ve got it made…”
POP-QUIZ: De onde é que isto é? Eu tive de ir ao google, mas depois veio-me logo a letra toda à cabeça de mistura com imagens sugestivas do rapazito em tronco nu.)

16 comments
    1. yeah!!!!

  1. olha eu ex-suburbana ultimamente tenho-me lembrado de ti…namorado anda a ler o 3.º volume das crónicas de gelo e fogo e no outro dia até lhe ia arrancando o coração quando ameacei falar sobre o teu “granda jon snow”. ele tapa os ouvidos e proíbe-me de lhe contar seja o que for que tenha lido, diz ele que se eu lhe contar alguma coisa, ele descobre logo o final e estraga tudo…

    1. Na… não há hipótese de descobrir o final, ainda nem há final! Mas ele que preste atenção ao Snow que o homem sabe o que faz. :PP

      1. sim, namorado já me fez constar que o jon snow é um dos protagonistas principais,passe o pleonasmo, e quiçá (SPOILAR ALERT) o que vai a ganhar a guerra dos tronos, se é que no fim alguém irá mesmo ganhar. Segundo namorado (SPOILER ALERT), o livro pode não ter um fim, sendo simplesmente um belo exercício sobre lutas de poder. Até porque o autor está doente, não está? com doença grave

        1. ah e esqueci dizer que és a minha suburbana favorita :)

          1. ooooohhhhhh… nunca me tinham dito uma coisa dessas! :P

  2. OMG OMG ontem acordei com o “everything about you” a tocar na cabeça não sei porquê. Não me lembrava desses jovens há anos, e agora assim em dois dias seguidos, tunga!

    1. O Universo quer-nos dizer qualquer coisa importante (E o outro a pensar que é a Nossa Senhora…). Vou tentar descobrir o que é, se perceberes antes de mim, avisa! Isto é coisa de vulto.

  3. O Whitfield Crane é dos vocalistas mais underrated de sempre. Ugly Kid Joe nunca segui, mas na fase Life Of Agony estava no ponto. Pelo meio teve uns projectos engraçados, como este:
    http://www.youtube.com/watch?v=x_zOszt2xKE

    Foge ao tema suburbia…mas apeteceu-me partilhar.

    1. Podes partilhar o Whitfield comigo sempre que queiras.
      :P Não conheço o percurso do moço fora Ugly Kid Joe, vou ouvir.

    2. Life of Agony é coisa que é a minha praia.
      Confesso que preferia o tempo em que tinham como vocalista o outro senhor que agora mudou de sexo, mas com o Crane continua a ser giro.

      1. E eu que não conhecia?

      2. A melhor cover da “Dont you forget about me” dos Simple Minds que conheço, pertence-lhes. Confesso que cheguei aos Life Of Agony pelo baterista, Sal Abruscato, ex- Type O Negative.

        Fica melhor como Mina Caputo. :)

  4. A versão do Cats in the Craddle continua a ser uma lição de vida quase tão importante como a dos horários dos transportes que carregam o pessoal do subúrbio para a metrópole e vice-versa.

    1. Não é? Quando oiço o refrão vêm-me lágrimas aos olhos. Curiosamente o sinal de fecho da cancela do barco quando ainda estou do lado da estação produz o mesmo efeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.