Teorias alexandrinas sobre os filmes SyFy

Antes do desafio do SyFy, eu estava convencida que todos os filmes deste canal se podiam arrumar, grosso modo, em duas grandes categorias:

1º – Filmes-do-tempo-da-Maria-Cachucha
Estes são filmes que já todos vimos e revimos, especialmente enquanto jovens e inocentes proprietários de apenas dois canais, mas se dermos hoje com eles num zapping, quanto querem apostar que nos sentamos a revê-los com entusiasmo?
Não interessa se os efeitos especiais estão mais que ultrapassados ou se já vimos o herói noutro filme a fazer de avôzinho, os filmes sci-fi Maria Cachucha têm esse poder sobrenatural sobre nós. Não conseguimos resistir-lhes. Querem mais sci-fi que isto?
Creeeeeeepy!

2º – Filmes-que-não-interessam-nem-ao-Menino-Jesus
Estes são aqueles filmes que nunca vimos, nunca ouvimos falar e, se tivermos juízo, não queremos ver… mas, se nos chamarmos Alexandra, a Grande, vemos na mesma. Um bocadinho, pelo menos.
Um sinal seguro de que estamos na presença de uma destas obras é logo o nome:  superlativos, palavras formadas pela aglutinação de diferentes espécies animais, em particular as acabadas em “sauro”, expressões como “pesadelo” ou “terror”, sem esquecer o vernáculo extraterrestre ou a la Conan, o Bárbaro.
Deste grupo fazem também parte os filmes catástrofe, cheios de inacreditáveis fenómenos extremos, como vulcões raivosos ou meteoros cheios de atitude.
(Estava tentada a incluir neste grupo os grandes épicos pastelões bíblicos dos anos 50, mas, para além de nunca ter visto nenhum no SyFy, diz-me o meu consultor espiritual que essas histórias não são ficção, e que se calhar o menino Jesus lhes acharia piada, por isso fico-me por aqui)
Estes filmes têm geralmente uma história a rebentar pelas costuras de tanto cliché, actores louros desconhecidos ou muito secundários, um argumento a roçar a comédia e efeitos especiais que fazem o Plan 9 from Outerspace parecer o Senhor dos Anéis. Uma festa, portanto.

Ora a semana passada, durante o meu visionamento compulsivo do canal SyFy, apanhei bastante mais filmes Maria Cachucha que Menino Jesus. Aquilo é que foi nostalgia. Juro que não queria, mas tinha prometido ver o canal todos os dias… revi O Regresso do Jedi – ou Episódio VI do Star Wars como lhe chamam agora (estranhei imenso não ver nenhum Klingon), o Exterminador Implacável II (o meu preferido) e o Regresso ao Futuro II (que por acaso detesto, mas como tem carros que voam e tal, deixei passar). Não consegui foi aguentar rever o Casper nem o Outra Face – embirro tanto com fantasminhas fofos como com o Travolta. Depois, ainda tentei aviar um filme catástrofe, Cometa: Rota de Impacto, mas câmara não parava quieta e as ondas gigantes eram tão pouco realistas que me deu sono. Também espreitei o Mega Phyton vs Gatoroid, um clássico imperdível do segundo género que descrevi acima.
4-0 para a Maria Cachucha.

Vale a pena acrescentar a falha da minha teoria inicial. Contra todas as expectativas, parece que há uma terceira categoria nos filmes Syfy:

3º – Filmes-do-tempo-da-Maria-Cachucha-que-alexandra-a-grande-nunca-viu
Sim, sou uma criatura imperfeita. Dei comigo numa estreia: A Mulher do Astronauta. Quando uma pessoa pensa que viu todos os filmes do Johnny Depp, eis que aparece um em que ele, para além de estar quase tão louro como a Charlize Theron, é um extraterreste espertalhão com grandes planos de procriação inter-racial. Aquele Johnny mete-se em cada uma… e eu também.
Não sei se foi por ser realmente uma novidade, mas considerei-o o filme da minha semana do SyFy. Até roí uma unha.

8 comments

  1. trollofthenorth

    O Syfy Portugal não vai passar “Defiance”. E é pena. Pelo menos a julgar pelas teaser trailers que já rolam por aí. Do que vi, pareceu-me bom. Mas devemos desconfiar sempre de trailers bem montadinhas.

    Mas não tenho por hábito ver o canal Syfy. Consumo a minha fantasia elsewhere.

    #Modo Geek# OFF.

  2. w

    Por acaso também vi alguns dos filmes do SyFy que passaram esta semana e fique pasmado, pois, nunca pensei (nem nunca tinha apanhado nenhum) que passassem filmes minimamente dignos desse nome no canal.

    Regresso de Jedi é Regresso de Jedi… agora Episódio 6. bah… invenções

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>