Vibro com isto

A coisa que mais me irrita nos estagiários-putos não é o facto de não serem capazes de ler e seguir instruções básicas, não é continuarem a confundir CMYK com RGB ao fim de duas semanas de chamadas de atenção e nem sequer são aqueles e-mails com erros ortográficos vergonhosos que mandam a torto e a direito. São os malditos sms que recebem de 5 em 5 segundos que me fazem vibrar a mesa toda. (E aos quais têm de responder imediatamente, sob pena de se desencadear a 3ª Guerra Mundial, o Apocalipse ou coisa pior, se não o fizerem)

 

10 comments
  1. E aquele olhar de “aguenta aí o que ias a dizer, que esta sms é mais importante”?

    1. Não tenho disso, eles têm medo de mim porque eu sou MAIOR que eles… ;)

  2. Eu já tive aqui uma estagiária que trazia o tamagotxi e estava sempre a mexer nele. E trazia um frasco de creme hidratante e punha-se a barrar os braços e o pescoço e a barriga enquanto estava sentada à secretária.

    1. Só não fico surpreendida porque tive uma que se descalçava, refastelava e pintava aquele unhedo todo, mãos e pés…

  3. Vocês são uns burgueses, é o que é. Com os vossos estagiários iletrados. Aqui na mina, não temos nada disso. Aqui chamam-se trainees, e andam sempre armadas ao pingarelho. Sempre quis dizer isto.

    1. Trainnee faz-me pensar em fatos-de-treino. Já estagiária faz-me pensar na Monica Lewisnky, mas juro que não faço nada de mal às minhas!

  4. Uma falta de respeito. Já fui estagiária, já fiz estágio profissional, hoje estou contratada e nunca tenho o telemóvel com som – a não ser que saia em serviço.

    1. Estes também não pôem som, vibram…

  5. É regressar ao tempo de escravidão e impôr a regra: estagiário não tem direito a usar telemóvel no local de trabalho :)
    Essa do unhedo mete medo, acho que me passava.

  6. No meu tempo estagiário era bicho. Não tinha direito a mais nada que não fosse ir ao wc e fazer pausas para comer muito de vez em quando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.